Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

O PAPAGAIO

Um homem comprou um papagaio, mas quando chegou a casa teve uma decepção, pois ele resmungava muito, reclamava e dizia asneiras, o dia todo.
O dono tentou amansá-lo, lendo-lhe poesia, tocando-lhe música clássica, mas não obteve qualquer melhoria. Passou a gritar-lhe, a bater-lhe e a ameaçá-lo, mas o papagaio ficava ainda pior.
Num momento de fúria, o dono pegou no papagaio e colocou-o no congelador.
O papagaio começou a dizer, cada vez, mais asneiras. Porém, subitamente, alguns segundos depois, calou-se sem terminar o último palavrão.
Pensando ter morto o papagaio, o dono abriu a porta do congelador e o papagaio começou um discurso:
“Sei que a minha linguagem tem sido mais do que inapropriada para este ambiente familiar e que a minha atitude não condiz com a atenção que o senhor me tem dado. Gostaria de apresentar as minhas sinceras desculpas. Portar-me-ei adequadamente, daqui em diante".
Surpreso com o resultado, o dono ia perguntar-lhe o que o havia feito mudar de ideias quando, quase a chorar, aquele lhe perguntou:
“Só por curiosidade: o que foi que este frango aqui deitado ao meu lado fez?”