Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

COITADINHOS...

...DOS TUGAS

O repatriamento compulsivo dos emigrantes Portugueses pelo governo Canadiano tem chocado a nação e provocado ondas de solidariedade para com os primeiros e de indignação contra o segundo.
Curiosamente, há cerca de uma semana - ainda a bomba não tinha estoirado - ouvi, boquiaberta, a opinião dos meus pares sobre a imigração em Portugal, numa saudável discussão académica. A grande maioria queixava-se despudoradamente dos imigrantes de Leste e das ex-colónias, que chegam indiscriminadamente, sem qualquer controlo, e roubam o emprego aos portugueses. E os chineses? Os chineses ainda são piores! Era tudo recambiado daqui para fora!
Isto é a opinião generalizada num país que conta com 5 milhões de emigrantes espalhados pelo mundo. Sim, são 5 milhões. Por cá somos 10. As contas fazem-se imediatamente: um terço da nossa população anda a roubar empregos a pessoas de outros países.
E agora que o governo Canadiano tomou as medidas que secretamente a maioria dos portugueses desejaria tomar contra as populações estrangeiras residentes em Portugal, cai o céu e a terra sobre a nossa cabeça. Coitadinhos dos nossos irmãos portugueses ilegais que só foram tentar a vida lá fora com um visto turístico e se tentaram legalizar como refugiados quando nem sequer há guerra nem perseguição política em Portugal. Que injustiça! E agora querem mandá-los para a terra deles, pobres coitados, não se percebe, nem sequer são pretos.
Mas não é diferente, somos todos humanos, somos todos iguais, e todos temos o direito a procurar melhores condições de vida.

P.S. - Para quem não me conhece: eu uso a ironia. A ironia é aquela figura de estilo em que se diz exactamente o oposto do que se pensa de modo a ilustrar jocosamente uma situação. Portanto não levem tudo o que digo à letra e tentem ler nas entrelinhas. Se não conseguirem não me peçam para explicar, não tenho tempo.