Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

Coninhas

Ser Coninhas é um Direito!

A Verdadeira História da captura de SADDAM...

A tarde estava calma e ensolarada, a patrulha com 4 GNR decide parar o
Jeep e dirige-se para umas pequenas casas no meio das Palmeiras.
Entram numa delas e diz um GNR:
- Xão 4 mines faz xabor.
Ao que responde Há-Ali-Mamada, o iraquiano:
-Nós não vender bebidas alcoólicas...
(G) - O xenhor tá a brincar?! Quer ficar com o estabeleximento enxerrado?
(I) - Não senhor Guarda, Há-Ali-Mamada falar verdade...
(G) - Num brique carago, pois a gente já boeu xerbeja aqui,
despache-se hóme! traga lá as mines!
(I) - Juro por Alá que Há-Ali-Mamada nunca vender cerveja...
(G) - Bom bossemexê paxou das marcas! Bai ser autuado! Xargento
Xaraiva, bamos revistar a Xafarica! Os quatro guardas revistam por
todo lado, até que o Guarda Gonzaga, distraído, deixa cair a arma no chão e esta bate em algo "oco"!
Chama os colegas, e exclama:
- tá aqui um buraco! Debem tar aqui as mines escondidas!!! Áh pois é!
O Xenhor Há-Ali-Mamada penxava que enganaba a guarda.
Os Agentes da GNR tiram a tampa do pequeno poço, à procura das minis.
Espreitam lá para dentro e vêem um velho com cabeleira e barba longa (Saddam).
(G) - Oxa lá, é boxê que está a esconder as mines??!!!!
(I) - Não, não ai dentro está o meu primo, que está muito doente... Ao
que responde o Saddam:
(S) - Sim eu estar muito doente...
(G) - Num brinque carago, deixe lá ber as xerbejas...
(S) - Nós não ter aqui bebidas...
(G) - Bom os xenhores estão a brincar com a autoridade! Bai já tudo
prejo!! Tudo pró jeep! Bai já tudo pa Bagdad!
(S) - Eu tenho muito dinheiro não me levem para Bagdad. Ao que os
agentes comentam entre si:
(G)- Olha outro que debe ter a mania que é o Saddam e que pode comprar
a guarda. Ainda se foxe com um persunto... a gente não se deixa
cumprar por pouco!!! Carago !!!!
(S) - Eu pago o que quiserem, eu sou o SADDAM.
bá pro jeep. Tá tudo autuado e bai já tudo pá xoça!
No final, os americanos como sempre ficaram com os louros de mais uma
valente e destemida operação das forças portuguesas em território
inimigo, foi a verdadeira estória da captura de Saddam Hussein.